" Se não houver frutos, valeu a beleza das flores;
se não houver flores, valeu a sombra das folhas;
se não houver folhas, valeu a intenção da semente"
Henfil

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Chegaram

Amaryllis belladona

Vai-se embora o Verão e chegam estas senhoras!

9 comentários:

Sandra Rocha disse...

Agora só vejo artigos com estas lindas flores são maravilhosas acho que foram estas que fotografei no domingo num passeio que fiz

Rosan disse...

olá Cris, estes amarylis eu tenho aqui em casa, costumam florescer, no fim de fevereiro, começo de março, também no fim do verão, aqui no emisferio sul.

linda a cor, estou com saudades dos meus.

ps.obrigada pelo nome do amarylis rajado.

beijo

Cris disse...

Sandra, cresciam silvestres ou foi num jardim?

Rosan, florescem sempre no fim do Verão, nunca se enganam!

Bjos

Espaço do João disse...

Olá Cris.
Por estas paragens, estas beladonas, nascem silvestres. No entanto tenho-as em vaso. Nos Açores, chamam-lhes de "as meninas vão para a escola" visto aparecerem por esta altura. Dão-se muito bem e, seus bolbos resistem ás geadas. Fazem um belo efeito.
Um abraço amigo. João

Espaço do João disse...

Olá Cris.
Voltei para fazer uma pergunta.
Tinha vários bolbos de Haemanthus, Somente agora tenho dois, pois dei muitos. Como as suas flores estão a secar, verifico umas sementes. Será que também se reproduzem por semente? Se sim , como se semeiam? Poderei ter uma resposta? Desde já agradeço. Bom fim de semana. Abraço amigo. João

Cris disse...

Olá João, muito gosto em vê-lo por cá!
Em resposta à sua pergunta, sim, um redondo sim, os haemanthus reproduzem-se por semente.
Pode colocar uma fotografia das sementes? São umas bagas de cor rosada? Quando estiverem maduras, pode colhê-las e abri-las, lá dentro estão as sementes propriamente ditas, pretas e luzidias. Depois, é só colocá-las num vasinho com terra que drene bem, e somente apoiá-las na terra, pressionando um pouquinho para que a semente fique meio enterrada. Convem manter o ambiente húmido à volta da semente, mas não convém regar, pois pode apodrecer a semente.
Ao fim de algum tempo aparece um rebentinho verde, que conforme cresce, se direcciona para a terra e forma a raiz. Só depois nasce a primeira folha (o cotyledone). Durante muito tempo o pequeno bolbo vai crescendo e pouco movimento se vê no exterior. É uma questão de paciência, pois são muito lentos, mas vale a pena!
Espero tê-lo ajudado. Experimente e vai ver que é muito interessante ver o processo da germinação neste tipo de sementes.
Bj
Cris

Sandra Rocha disse...

Foi num convento, estavam no chão mas também tinham em vasos.
Beijos

Cris disse...

Sandra, elas dão-se bem no chão também, são muito resistentes.
Bjcas

beto pistelli disse...

Olá Cris, eu hoje dia 3-11 retirei os três bulbos ou bolbos, da geladeira e
plantei dois nos vasos, o terceiro de um amaryllis com flor maior mas que só duram 4 dias, perdeu parte das escamas, parece que vai morrer, ele deu duas folhinhas só no ano passado, as flores foram bonitas. Ceio ser o fim da vida do hyppeastrum, ele não se dividiu como o outro em 2 bulbos e o plantarei em uma semana, se morrer ele não vai aparecer no meu youtube em Amaryllis flower 2010, filminho que farei à semelhança dos outros de cinco anos anteriores. Meu sitio do youtube é bpistelli@youtube.com.
A política consumiu muito do meu tempo na internet, o candidato perdeu as eleições e São Paulo ficará quase sem dinheiro federal.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...