" Se não houver frutos, valeu a beleza das flores;
se não houver flores, valeu a sombra das folhas;
se não houver folhas, valeu a intenção da semente"
Henfil

quinta-feira, 17 de maio de 2007

Lilium Candidum





Para quê outro título?


É o primeiro ano que as tenho, alías, tenho estes 4 bolbos desde o Verão passado, quando já estavam em dormência.
Desde o Outono quando apareceram as primeiras folhas, que não tiro os olhos desta planta.


Tem um ciclo de crescimento espantoso: inicialmente as folhas formam uma roseta. Após uns dois meses, começa a surgir um caule, sempre com folhas. À medida que o caule vai crescendo, as folhas vão diminuindo de comprimento, até que começam a aparecer os botões florais, todos muito juntinhos, e já quase sem folhas.


Assim que a flor está prestes a abrir, o botão deixa de estar virado para cima e descai para ficar na horizontal.


E a partir daqui, palavras para quê? Só se for para dizer que tem um cheiro delicioso, fresco, doce, subtíl e não encontro mais palavras para descrevê-lo. Nem os Liliums Orientais, que cheiram maravilhosamente, conseguem este aroma único próprio da espécie botânica.

3 comentários:

Jardineira aprendiz disse...

São lindos! Há dias apareceu-me um no jardim, completamente fora do sítio, e num local um tanto negligenciado. Pareceu-me ter espírito de sobrevivente, uma vez que deve lá estar há anos e a rama deve ter sido destruída nos últimos anos, porque não tem aparecido. E agora lá está, completamente desenquadrado, mas lindo na mesma!

gintoino disse...

Ora aí está uma flor q adoro. Tem um perfume inigualavel! Infelizmente n o tenho visto à venda, nem sei se será adequada ao meu jardim (q pretendo q tenha só plantas com pouca necessidade de rega)Enquanto isso vou-me deliciando com as fotos (pena q não tenham cheiro!)Já agora, para quando uma foto do famoso Micas?

Cris Bolbosa disse...

Pelo que vi, esta planta é muito resistente. Já vi uma a crescer quase silvestre, sem ser regada nem cuidada.
Cris

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...