" Se não houver frutos, valeu a beleza das flores;
se não houver flores, valeu a sombra das folhas;
se não houver folhas, valeu a intenção da semente"
Henfil

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Mudança...



Clivia Nobilis
Tenho esta planta há já algum tempo, e pelo segundo ano floresceu...Desta vez não fez um cacho tão grande, mas as poucas flores que deu não deixam de ser bonitas e chamativas...

É uma planta que se dá muito bem, que não precisa de grande cuidados, pode-se dizer que é muito resistente...


Das flores do ano passado tinha duas sementes, que colhi há uns dias, mas estavam vazias...eu estava animada para experimentar semear Clivia, pois dessas nunca tinha tentado, mas ainda não vai ser desta vez...

Depois da floração, vou mudar a planta para um vaso maior e dar-lhe um substrato mais rico, pois o que tem já se encontra muito seco (por isso dizia que é resistente)...

E um pouco de poesia para terminar...

14 comentários:

Tintas linhas e manias disse...

Gosto imenso das tuas fotos, sempre com uma enorme qualidade de imagem, parbéns... gosto do clipe que escolheste! Uma boa semana!...
Jocas
Isabel

Cris disse...

Obrigada Isabel:-) Uma boa semana para ti também! Bjnho

bpistelli disse...

Muitas plantas bulbosas costumam ter problema de perderem o vigor no segundo ano ou terceiro quando não são replantadas, mesmo que somente se podar as raízes ( retirar raízes que estão mortas ou crescendo trançada nas outras, trocar totalmente a terra e preferir mesclar terra do jardim ao substrato ( terra vegetal, musgo, e no fundo algumas pedras para segurar o solo. Certamente a planta terá novo vigor. Se no ano passado a planta teve folhas pequenas e muito verdes ( procurando adaptar a um sol insuficiente ). A falta de água também reduz vigor da planta e nas bolbosas é difícil perceber a curto prazo. Não deixar secar o vaso ou canteiro totalmente e usar preferencialmente a face sul pois o sol incide mais tempo. "Aqui em SP Brasil é a face norte". bjs e abç a todos.

Андрей disse...

sweet blog) thanks a lot i've got fun reading it. check this post букмекеры hope you would like it.

Landbohaven disse...

Hvor er din Clivia Nobilis smuk.

Anónimo disse...

Very interesting article to me it really helped learn a great deal! Sdes too many interesting things Puppy training

Elisa Resina disse...

Muito interessante o seu blog. Os meus parabéns! Encontrei-o por acaso enquanto fazia uma pesquisa por "Zantedeschia". Adoro jarros, não tenho no jardim (os bolbos não gostam da terra do meu jardim...). Parabéns pelas magnificas fotos que coloca no blog. Foi um prazer!

Ana Maria B disse...

Olá Cris,
Bonitas essas clivias.
Vim aqui hoje porque preciso de conselhos. Trouxe do Algarve aquilo que eu penso ser semente de pancratia maritima. Estava caída no chão e eu não resisti. Por fora, a cápsula, era verde e tenra. Agora começou a secar e vêm-se 3 sementes (acho eu ) pretas.
Gostava muito de as semear e reproduzir a planta mas não tenho experiência nenhuma nessa área. Não sei quando nem em que condições as devo semear. Tenho medo que o clima aqui de Matosinhos não seja propício ou que precisem de germinar em areia.
Por isso vim aqui pedir socorro, a quem sabe mais disto que eu.
Obrigada desde já.
Ana Maria Barros.

Ana Maria B disse...

Olá outra vez,
Só agora reparei que não sei se respondi à pergunta que me fez acerca do disocactus phyllantoides.
Aquela planta não é minha. Está numa varanda vidrada e virada a sul, à sombra. Só deve apanhar sol no Inverno. Mas tem sempre muita luz.
Os meus "cactos" do Natal e da Páscoa também se dão melhor à sombra. A minha mãe chamava-lhes cactos da floresta porque parece que crescem nas árvores.
Vou ver se descubro.
Ana

Cris disse...

Olá Ana Maria, peço-lhe desculpa por não ter respondido antes, não foi por mal, mas por falta de tempo etambém porque tenho vindo pouco aqui ao blog.
Quanto às sementes de Pancratium, pode semeá-las agora, numa mistura muito drenante, pode juntar areia com um pouco de substrato universal. Convém deixá-las a uma profundidade de uns dois ou três centimetros, não mais, e mantenha a terra sempre húmida, mas não molhada, num sitio à sombra. Demoram um pouco a germinar, por isso não desista delas. Já não me lembro quanto tempo tardaram as minhas em germinar, pois já foi há alguns anos, mas por coincidência há pouco trouxeram-me sementes e semeei a semana passada...
Obrigada quanto ao Disocactus, os meus estão uma lástima, pois com o calor ficam muito feios. Esperemos que agora no Outono melhorem um pouco, assim como os cactos de natal, também os tenho muito desidratados e muitos secaram-se. Enfim, todos os anos se passa isso e já não compro mais, pois é sempre desmotivante quando se poêm assim no Verão.
A sua mãe tinha razão, pois são cactos das florestas tropicais, crescem nos troncos das árvores, sendo que estes somente lhes servem de apoio para as suas raizes. Não se alimentam das árvores, não sendo por isso plantas parasitas.
Espero que tenha sorte com a sementeira, e quando germinarem, diga, pois gostava de saber se correu bem.
Mais uma vez peço que me desculpe o atraso na resposta.
Um beijinho

Cris disse...

Beto, o que você diz faz todo o sentido e talvez as minhas plantas precisem de ser mudadas de substrato, mas tenho andado com pouco tempo e isso reflecte-se na saúde das plantas. Há algum tempo precisei de mudar um Hippeastrum e reparei que tinha muitas raices velhas e secas, mas mantinha algumas bem saudáveis.
Obg pelo conselho:)

Андрей, tanks for visiting:)I'll check, tanks:)

Landbohaven, tanks for visiting:)

Tanks anonimus:)

Elisa Resina, muito obrigada. A mim as Zantedeschia também são um pouco irregulares, ora se dão bem, ora se perdem...já não lhes faço muito caso, e as que tenho vão-se mantendo quase por si só. Mas realmente quando florescem, dá vontade de querer ter mais e mais:)

Malu disse...

Tudo em perfeita sincronia aqui - imagens, palavras e vídeo.
Nossa!!! Amo flores e aqui encontrei muitas e tantas delas.
Que delícia.
Vou seguir-lhe para voltar mais vezes...
Abraços

crinum malacitano disse...

Cris, preciosas las clivias, yo las tengo en plena tierra, dejadas de la mano de Dios y sin embargo me florecen todos los años, casi sin ningún cuidado. Saludos. Juan.

Cris disse...

Olá Malu, venha visitar este jardim sempre que quiser:) Obrigada!

Juan, las mias estan en macetas, y esa hace poco le mudé la tierra, ya estaba muy agotada. Ahora falta a las otras dos. Tengo que ir a tu blog a ver si veo las tuyas;) Saludos

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...