" Se não houver frutos, valeu a beleza das flores;
se não houver flores, valeu a sombra das folhas;
se não houver folhas, valeu a intenção da semente"
Henfil

sexta-feira, 6 de março de 2009

Mais azul



Desta vez o azul foi o que a Mãe Natureza criou.
Chama-se Muscari neglectum e cresce silvestre em alguns sítios deste nosso país à beira mar plantado.
Para mim é um privilégio poder cultivar estes pequenos bolbos.

15 comentários:

Espaço do João disse...

Belíssimas.
Os bolbos que me enviaste, já despontaram, não sei se irão dar flor. Bem espero. Abraço João

buedamau disse...

cresce silvestre, mas silvestre natural ou introduzido? já vi alguns abandonados assim por dizer, mas nunca deparei com nenhum nas minhas passeatas...

Jardineira aprendiz disse...

Nunca o vi, não deve existir por aqui, mas é lindo, sim. Temos muitas plantas interessantes na natureza, muitas vezes só reparamos nelas quando os outros nos chamam a atenção.

Bom fim de semana!

Fran6Q disse...

Unas flores preciosas y bien cuidadas. Unas fotografías muy bonitas.
Felicidades.

MANUELA disse...

Hola Cris, No había visto tu blog, es precioso, por eso a partir de ahora lo seguiré.

Ya veo que tienes muchas flores aunque todavía no ha llegado la primavera.

Besos desde Mallorca.

miguel disse...

Oh Cris são lindos com uma zul noite tão bonito...

TELAS MINHAS disse...

Que lindos!!
Eu adoro flores azuis!!
Beijinhos
Rute

gintoino disse...

Coisa mai linda! ;-)

Maca disse...

QUÉ FERMOSOS TAMÉN ESOS BULBINHOS, OS TEUS FLORECEN POUCO A POUCO NO MEU CANTINHO,
OBRIGADA DE NOVO.
BEIJOS

Rose disse...

Coisa mais bela de se ver.
Bjs.

kate smudges disse...

Hi Cris, These Muscari are beautiful ~ I love their deep-blue colour! I was thinking of you today when I was looking at a native plants website. I saw the Lilium philadephicum listed and I wondered if you had success with it. I know you had one seedling ~ did they ever bloom? If I can order a plant, I will do so. Then it will be a reminder of you!!

Cris Bolbosa disse...

João, se não derem flor este ano darão para o ano que vem. às vezes precisam de se adaptar os moçoilos;)

buedamau, crescem silvestres meeesmo. Eu nunca tive a sorte de vê-los crescer na natureza, o que deve de ser digno de ser visto.

Jardineira, é isso mesmo que dizes, por vezes vivemos com elas à nossa volta e nem lhes damos atenção.
Por um lado é bom;)

Fran, muchas gracias por tu elogio. No hago nada especial, solo pienso que es asi que las quiero y clic;)
Vuelve al jardin siempre que quieras, serás muy bievenido:)

Manuela, que gusto tenerte aqui en el blog, espiero que vengas siempre que quieras.
Es una pena yo tener poco tiempo para el jardin, para las flores, para el blog. Pero es asi, no se consigue hacer todo lo que se quiere.

Miguel, espero que para o ano dêem mais flores e assim encher um vaso desse azul, do qual também gosto muito.

Olá Rute, bemvinda. A cor azul nas flores fica muito bem, não é?
Volta sempre:)

Gintoino, e não é mesmo;) Agora estou a imaginá-los no meio do campo em vez de estarem num vaso. Não são todos os que têm esse privilégio;)

Maca, que alegria saber que los bulbos estan floreciendo. Sabes que tus tulipans tambien estan floreciendo? Una roja y otras lilás oscuro, muy bonitas. Y los tulipanes no les gustan mucho nuestro clima, pero esas ahí heciran un esfuerzo para me alegrar;) Yo que te agradezco:)

Rose, como vai você? POr aí tambem tem flores azuis? Tem que nos mostrar.

Kate, it's so good to see you again. How many time!
Unfortunately the L.philadelphycum didn't resist. I think it needs a very especial conditions to survive. If you get one one day, show it to me and I'll be very happy knowing that a friend has one. Thanks a lot for remind me through the lilium, it's so good to ear these words.

ANZAGA disse...

me gusta mucho tu blog. Yo he hecho una fotografía a la misma planta la semana pasada la tengo en mi blog que te invito a ver.
http://unpaseomanchego.blogspot.com/

beto disse...

Achei estas flores azuis belas mas se são silvestres ou introduzidas eu acho inoportuno discutir, pois Portugal desde o tempo do Império Romano não possui área alguma de suas florestas originais, quando eu fui a Fátima e redondezas há alguns anos, eu vi imensas áreas plantadas com eucaliptos, muito semelhante as plantações de eucaliptos brasileiras para produzir papel, só no entorno da represa Castelo do Bode, perto de Tomar, vi algumas áreas no entorno do lago regenerando vegetação natural, uma capoeira ainda rala mas muito melhor que as áreas em outras nações européias como Espanha que não tem um hectare de mata nativa. eu achei a planta bonita e acredito que se a planta não for européia que seja aceita "naturalizada" , é melhor que invejar os países que ainda têm florestas nativas originais. bjs.

Cris Bolbosa disse...

Hola Anzaga, bienvenida al jardin. Te voy a visitar.
Vuelve siempre
Saludos

Beto, os meus conhecimentos não me permitem contestar o seu comentário.
Uma coisa é certa: tanto em Portugal como em Espanha, como em outros tantos países do mundo, existem inúmeras plantas ameaçadas da extinção. Não me importa se são nativas ou naturalizadas, importa que temos que as preservar, que temos que educar as pessoas para as protegerem.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...