" Se não houver frutos, valeu a beleza das flores;
se não houver flores, valeu a sombra das folhas;
se não houver folhas, valeu a intenção da semente"
Henfil

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

Até que enfim!


Até parecia mal estes bolbos não brotarem, depois de terem sido oferecidos com tanto gosto. Uma oferta fedorenta, mas não deixa de ser uma oferta, de que gostei bastante.
Tardaram muito em sair da terra, talvez por não terem gostado dos nomes que lhes chamaram, sentiram-se acanhados, tristes, talvez diferentes por as suas flores não cheirarem bem! Mas finalmente decidiram não dar ouvidos às más linguas e continuaram a sua empreitada, cheios de vontade de mostrar ao Mundo que:
Afinal, o sol quando nasce é para todos!

12 comentários:

Espaço do João disse...

Verás que não te arrependerás pois estão muito melhores que as nimhas.Terás saudades quando suas flores morrerem, pois não são tão fedorentas como lhes chamam. É necessário chegar bem o nariz, mas suas cores farão delirar quem as virem. O ano passado conheci-as pela 1ª vez e fiquei amigo delas. Beijos João

rose disse...

Querida Cris, o meu carnaval foi só descanso, pois tbm não sou fã desta data, aqui somente uma semana de férias...Graças á Deus!!!
No mais vejo coisas lindas acontecendo no seu jardim, parabéns!

Anónimo disse...

Hola Cristina

Me ha alegrado mucho saber de ti.

Un beso muy grande de tu amiga de Gran Canaria.

Rosaterciopelo

Ana Patudos disse...

Olá Cris
vim agradecer a visita e retribuir.
Quando quero "respirar" odores, cores, formas e beleza, que a nossa querida Mãe Natureza nos dá , venho aqui, por vezes sem comentar, mas deliciar-me com as imagens das plantas que tens aqui.
Até esta última que publicaste, a minha mãe também tem . Cheira um bocadinho mal , mas é muito bonita.
bjos
fica bem
Ana Paula

Espaço do João disse...

Óh Cris.
Então não mandei à Anete jarros em vez de fedorentas!!! Só Agora é que reparei pois as minhas também sairam da terra há pouco tempo. Os bolbos quando os colhi estavam juntos e também fiquei com alguns jarros à mistura. Já lhe enviei as minhas condolências...Mas, enviar-lhe-ei as verdadeiras fedorentas. Beijos João.

kate disse...

I tried, I really tried to understand the translation. I couldn't figure it out though. I did like the little flower though!!

Happy week to you, Cris!

Rosemeire disse...

Olá!
Pesquisando flores pelo google, descobri este seu blog, estas lindezas de flores! Quantas flores lindas!! Amo flores...
Bjus
Rosemeire

Cris Bolbosa disse...

João, não vejo a hora de ver as suas flores.

Rose, estou-lhe estranhando. Foi de férias de novo?

Rosaterciopelo, es verdad, ando poco por aqui.

Ana, esta flor foi uma partida de um querido amigo bloguista.

João, eu já calculava. Quando a Anete postou a foto achei muito estranho a folha ser toda inteira e não "recortada", mas fiquei quietinha sem dizer nada.

Kate, I hope you're having a good week too. This flowers smells horrible and the person how gave it to me didn't said anything. He was worried about the bulbs do not grow, but finaly they took courage and apeared.

Rosemeire, seja muito bem vinda. Volte sempre.

Jardineira aprendiz disse...

Tinha passado por aqui a correr (ou vi no reader, já nem me lembro) e não comentei, mas fiquei intrigada. Afinal quem são as fedorentas?!

anete joaquim disse...

Pois olha, cris, que estás com mais sorte do que eu, pois os bolbos de fedorentas que o joão me enviou eram.... JARROS!!! LOL

Cris Bolbosa disse...

Jardineira, as "famosas" fedorentas são Drancuculus(penso que é assim que se escreve!).

Anete, eu bem me parecia quando mostraste a foto delas, as folhas não eram nada recortadas, eheh.
Bem, vê a coisa pelo lado positivo: não vais ter o jardim impestado, eheh (ai se o João me ouve!).

anete joaquim disse...

As minhas deram jarros! lol

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...