" Se não houver frutos, valeu a beleza das flores;
se não houver flores, valeu a sombra das folhas;
se não houver folhas, valeu a intenção da semente"
Henfil

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Adeus Micas


O Micas já não está conosco.

Perdi o meu ajudante.

Alguém achou que estava com muita pressa e não podia abrandar. Quem sofreu foi o meu gato!
Nem se dignaram a afastá-lo do meio da estrada. Imaginem o que é chegar a casa à noite e ver algo no meio da estrada. Ao chegar mais perto vemos que é o nosso gato. É chocante!
Por mais que se fale no assunto, continua a não haver o mínimo de respeito pelos animais.
Temos muitas saudades dele.
Adeus Micas

28 comentários:

gintoino disse...

cris, nem tenho palavras...Lamento imenso a (má) sorte do Micas. Infelizmente a maior parte dos condutores seguem-se pela maxima de q "os outros q se desviem", especialmente no q toca aos animais. Um dos meus está doente e assusta-me a perspectiva de o poder vir a perder, por isso compreendo perfeitamente como te deves estar a sentir. Um abraço

Jardineira aprendiz disse...

Que má notícia, que pena. Esses olhinhos são tão parecidos com os da minha gata que até me deu um arrepio de pensar.

Agora é uma altura crítica Cris, eles andam um bocado distraídos com as gatas, já dei com alguns a rebolarem-se na estrada sem prestar nenhuma atenção aos carros. O que não desculpa de forma alguma a falta de cuidado dos condutores...

Bjs

Cris Bolbosa disse...

Foi mesmo má sorte. Era uma gato muito caseiro, mas nesta altura andava mais irrequieto, já fazia saídas mais prolongadas e por vezes não aparecia quando o chamávamos. Chegou a passar algumas noites fora, aparecia de manhã e enroscava-se na sua cama e dormia o dia todo.
Adorava ir empoleirar-se no muro (do lado de dentro) a ver o que se passava lá fora. Ficava aí bons bocados e eu achava muita graça, pois não lhe puxava para se afastar, excepto nestes ultimos tempos.
Um dia, o cão do vizinho (um Rotweiller) deu uma corrida direito a ele, que o tinha ido espreitar. Nem imaginam o assustado que entrou em casa, o pelo completamente ouriçado, via-se que o animal estava em pânico. Mas o mais engraçado é que continuava a ir empoleirar-se no muro a espreitar o cão.

Na rua onde moramos passam poucos carros, e nem sequer deviam passar com velocidade, mas não querem saber e aceleram.

Nelio disse...

Que tristeza Cris,lamento sei bem o que � perder um gato tamb�m e j� aconteceu v�rias vezes n�o por atropelamento mas sim por envenenamento,infelizmente n�o se pode mudar o mundo que por vezes � mauzinho de mais .....
mas mudando de assunto Cris hoje perdi o juizo ao ver uns bolbos de glox�nias e umas d�lias pom pom n�o pude sair da loja sem comprar alguns depois mostro....quanto aos bolbos de lilium est�o a crescer a um r�tmo incr�vel at� j� vejo os bot�es florais em alguns.....boas planta�es e "colheitas" tamb�m

Anónimo disse...

É mesmo triste!
imagino como te estejas a sentir! :(
Crassula

Cris Bolbosa disse...

Nélio e Crassula, obrigada pelo apoio.

Bjs
Cris

Cris Bolbosa disse...

Nélio, estás-te a viciar em bolbos ou é impressão minha?

Anónimo disse...

Hola Cris

Lamento mucho lo de tu gatito Micas...

Un beso de tu amiga


Rosaterciopelo

maria costa disse...

Cris, lamento a tua perda.
Ganhamos afectos pelos nossos animais, parece que já não passamos sem eles.
Beijos

Paulo disse...

Cris, fiquei chocado e muito triste com a notícia.

Sweet disse...

Já tive muitos gatos quandoe stava em casa da minha mãe, normalmente adoptava gatos abandonados, mas tinha um vizinho que tinha o prazer mórbido de os envenenar... assim resolvi quando fui para a minha casa não ter mais gatos, porque para mim eles faziam parte da família e chorava imenso de cada vez que aparecia um morto...

Paula disse...

Olá Cris, ontém quando vi este teu post fiquei mto triste. Quiz deixar-te um comentário de apoio, mas por qq motivo ontém isto não assumia os meus comentários (ficava a pensar e não acontecia nada). Lamento muito, Cris. Eu tb tenho gatos (um menino e uma menina) e tb um cão (imaginas isto tudo num apartamento?). Fazem completamente parte da familia e nem quero pensar o que vai se perdermos algum. Espero que não demore mto a arranjares ot ajudante para o teu lindo jardim. Um gatinho bebé é uma alegria sem fim e faz um bem enorme à alma.
bjs. Paula

ez disse...

Eu (agora) não tenho animais de estimação, ... mas faço uma pequena ideia do que te deve estar a custar passar estes primeiros tempos sem o Micas.
beijo

Cris Bolbosa disse...

Rosaterciopelo, Maria Costa, Paulo, Sweet, Paula e Ez
Obrigada pelo vosso apoio.

Não sei se terei coragem de voltar a ter outro gato, só de pensar que também lhe pode acontecer o mesmo.

Mama Flora disse...

Ay Cris, cómo lamento esto de Micas!
También creo que los animales se merecen tanto respeto como las personas.
Me da mucha pena por tí porque sé cómo se siente. Las mascotas son parte de nuestra familia, y por lo tanto de nuestra vida.
Un abrazo
Raquel

Juanillo disse...

Lo siento mucho mi niña

Un besote

Nelio disse...

Cris:Não sei bem se será o vício dos bolbos,mas eu gosto muito ,e porque não??? haha mais um vício já não faltava os cactos,os bonsais,os paphiopedilum (sapatinhos)e outras orquídeas????qualquer dia vão chamar-me de "CACTOBOLBONSAIORQUIDÁCIOMANIACO"que nome giro não achas???

Cris Bolbosa disse...

Raquel e Juanillo, nos sentimos muy tristes, era un gato muy querido de todos. Pero son los riesglos de tener animales, y además a los gatos, les gusta la liberdad. Pero esa liberdad le salió muy cara.

Nélio, se são todos vícios saúdáveis, porque não. E venham eles, só nos fazem é bem!

kate disse...

Cris, I am so, so sorry to hear of this. It must have been a terrible shock - my heart goes out to you. It is so hard losing our animal friends. They stay with us always! I still have glimpses of my cat, Hazel, in the garden - she died two years ago.

Your cat was adorable!!

roberto.pistelli@gmail.com disse...

Perdi minha internet, agora só quando um vizinho abre o computador dele e o roteador sem fio,soube do Micas, morreu vítima de um péssimo motorista, "todos os animais vão para o céu"

Anónimo disse...

roberto pistelli é o beto
internauta que mandou algumas fotos dos meus amaryllis(hyppeastrum) pequeninos como os seus, agora quando chegar o inverno replanto, Cris, seu ajudante morrer foi péssima notícia, coragem, supere esta tristeza plantando novas flores
BETO

Cris Bolbosa disse...

Kate, thanks. It was an adorable cat. I miss him a lot.
I think I don't have courage to have another cat.

Beto, você muda os seus Hippeastrum no Inverno? Eu também mudei os meus no Inverno, e resistiram muito bem. Agora estão a crescer muito, vê-se o desenvolvimento de dia para dia.
O Micas não teve sorte nenhuma, o pobre.

miguel disse...

Coitado do Micas não voltamos a ver os seus olhos azuis a fixar-nos nas fotos do jardim...

Cris Bolbosa disse...

Pois é Miguel, pobre do meu gato. Ficam as fotos para nos lembrarmos dele, do meu gato ajudante.

anete joaquim disse...

Sei o que é isso! Já me aconteceu a uma cadelinha que saíu do portão. Dói! um beijão. Se estivesses mais perto dava-te um dos cachorrinhos que tenho aqui, ainda com apenas 10 dias de vida.

Cris Bolbosa disse...

Anete, agora já não quero mais gatos. Fiquei traumatizada!
Bjs

Dama do Lago disse...

Lamento imenso saber esta notícia. Sei que não há palavras para consolar quem perde assim um amigo. Quanto ao trauma, a única maneira que conheço para o ultrapassar é mesmo dedicar o nosso carinho a outro animalzinho. Não para substituir o que partiu- isso é impossível - mas porque aquilo que mais nos dói quando perdemos quem amamos é não termos mais aquele "alvo" a quem apontar o nosso amor.

Sandra Rocha disse...

SEI BEM COMO É TAMBÉM ME ACONTECEU O MEMSO, CHOREI TODA A NOITE E AINDA HOJE O RECORDO COM SAUDADE :(

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...