" Se não houver frutos, valeu a beleza das flores;
se não houver flores, valeu a sombra das folhas;
se não houver folhas, valeu a intenção da semente"
Henfil

quinta-feira, 20 de dezembro de 2007

Finalmente





Após algum tempo de espera, para mim uma eternidade, finalmente algumas das sementes decidiram nascer.

Neste vaso, ainda só nasceram duas espécies, das quatro semeadas, o que é uma vitória, pois o meu pânico era de que não germinasse nenhuma.

Agora, começa a segunda fase: conseguir mantê-las. Dar-lhes a humidade q.b., regar periodicamente com fungicida sistémico, para evitar fungos, protegê-las do frio, e das curiosas patinhas do Sr Micas.

Espero que daqui a uns tempos possa mostrar aqui as flores destas pequenas vencedoras.

São elas: Sparaxis elegans e Freesia laxa

28 comentários:

Pepe Luigi disse...

Passei para desejar um Feliz Natal e um Bom Ano de 2008.

Jardineira aprendiz disse...

E sejam benvindas à vida fora da semente!

Bem, qualquer dia já me conhecem como a chata das ecologias, mas o fungicida será mesmo necessário? Eu não tenho experiência nenhuma com essas espécies, mas nunca uso fungicidas de qualquer tipo, porque com a humidade, arejamento e nutrição adequados, as plantas têm capacidade para resistir aos fungos patogénicos.

Ficamos à espera de novidades boas!

Boas festas

Anónimo disse...

Hola Cris, me alegro que hayas tenido éxito con tus semillas y que haya desaparecido la incertidumbre y el pesimismo de un comentario anterior. Con el tesón y el cariño que les dedicas a tus plantas, con toda seguridad podrás disfrutar muchos años con su belleza.

Feliz Natal - Feliz Navidad

Boas Festas e um Feliz Ano Novo - Felices fiestas y próspero año nuevo.

Anónimo disse...

Hola Cris, me alegro que hayas tenido éxito con tus semillas y que haya desaparecido la incertidumbre y el pesimismo de un comentario anterior. Con el tesón y el cariño que les dedicas a tus plantas, con toda seguridad podrás disfrutar muchos años con su belleza.

Feliz Natal - Feliz Navidad

Boas Festas e um Feliz Ano Novo - Felices fiestas y próspero año nuevo.

TripleB- Ventura

Cris Bolbosa disse...

Pepe, obrigada e retribuo os votos de um Feliz Natal.

Jardineira, não és nada chata, eu também não gosto nada desses produtos. Aconselharam-me a regar com fungicida, porque as sementes são muito sensíveis a esses elementos. Além disso, há dias a "espreitar" umas sementes, vi que tinham uma espécie de "pelos", parecia bolor. Fiquei apavorada. pelo sim, pelo não, vou tratá-las. Aliás, já o devia ter feito. Depois, consoante o seu desenvolvimento, vou aplicando de longe a longe.

Ventura, que bueno te ver aqui. Es verdad, mi preocupacion foy recompensada. Más dédicacion no les consigo dar, y ellas deben de perceber eso ;)

Boas festas para todos
Cris

Jardineira aprendiz disse...

Não serão os primórdios das raízes? Creio que normalmente, se se visse o micélio (o corpo do fungo) a planta já deveria estar quase morta. O fungo mais comum que ataca as plantas recém-germinadas, o phytium, não mostra pêlos nas fases iniciais, assim como a maioria dos fungos fitopatogénicos, se bem me lembro (embora já tenha estudado estas coisas há uns anos e mal, por isso posso estar enganada)

É que as plantas parecem-me com ótimo aspecto! E de qualquer forma, com as temperaturas que têm estado os fungos não seriam grande problema, se as plantas estiverem no exterior e bem arejada.

Suponho que neste caso o fungicida também não fará grande mal, mas nunca é grande coisa, há espécies em que seria mesmo prejudicial porque as plantas necessitam de fungos simbióticos nas raízes, as micorrizas. Bem, esta conversa dava pano para mangas, e eu vinha só espreitar a resposta, e tenho que ir já embora a correr!

Beijo

Paulo disse...

Olá Cris. Fico muito feliz, como sempre, por ver esses novos rebentos.
Mas não percebo nada de bolores nem de fungicidas...

Espaço do João disse...

Por estranho que pareça estou admirado que as fedorentas ainda não tenham aparecido. As minhas já teem 20 cm de altura. João

Cris Bolbosa disse...

Jardineira, tem sido um dilema para mim: não por fungicida e assumir as consequências, ou por fungicida...e assumir as consequências.
Hoje resolvi-me e reguei-as com o desgraçado do fungicida. Apesar de algumas serem só semente ainda, também as reguei. Assim me indicaram, apesar de não haver planta ainda para o fungicida "trabalhar", espero que se houverem fungos na terra, que sejam eliminados.

Gosto do que me explicas, não sabia que os fungos não tinham esses pelos. O que seriam? O principio da raiz não era, isso estou certa, pois vi bem as sementes e ainda estavam bem fechaditas.

Gostava de ter estudado essas coisas, assim, vou aprendendo um pouquinho todos os dias, como o que leio, com o que me ensinam (é o teu caso, obrigada), com o que vejo, e com os disparates que faço (espero que esta rega de hoje não otenha sido).

Fungos simbióticos nas raizes? Quando tiveres um tempinho, explica-me melhor, ok? Não sabia disso.

E olha que é sempre bom ouvir este tipo de explicações.

Obrigada
Cris

Cris Bolbosa disse...

Paulo, nem eu. Ando para aqui às aranhas. Tenho pânico de perder as plantas.

Pois é João, ainda nada. Se calhar ficaram chateadas por lhes chamarem de malcheirosas, hehe.

Cris

Greenman disse...

Quero aqui deixar os meus fotos de um FELIZ NATAL!!!

:-)*

Greenman disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Greenman disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ana Ramon disse...

Olá Cris,
Realmente nunca calhou trocarmos comentários embora nos conheçamos há algum tempo :))
Deixo também aqui os meus votos de Bom Natal e Feliz Ano Novo para ti e todos os teus.
Tenho que te visitar mais vezes para aprender um pouco mais sobre os bolbos e outras coisas que conheces tão bem.
Um beijinho grande

kate disse...

Hi Cris,

The pictures say it all! your seeds have finally sprouted. The translation was better for this post.

I hope that you have a wonderful Christmas season! Happy New Year too!

anete joaquim disse...

Bom Natal, cris e boas sementeiras.
Um beijão

adam brown disse...

hello, i emailed you but got an error. anyway here's the reg cleaner i uses, this shit is good, don't stay without protection!

miguel disse...

FELIZ NATAL e um Bom ANO NOVO cheio de flores a abrir e a encantar-te a ti e a nós.
Miguel

Juanillo disse...

Muchas felicidades Cris que pases unas felices fiestas...

Ya sabes...

FELIZ NAVIDAD

Ventor disse...

Olá, Cris!
Ainda bem que continuas a velar pelos teus bolbos e transformá-los em flores.
As minhas caminhadas entre ss flores têm sido poucas, ultimamente. Mas apenas por falta de tempo, com a graça do Senhor da Esfera. Mas sempre que posso dou um saltinho até elas, nem que seja pelos jardins.
Obrigado por apareceres entre as minhas rosadinhas tiradas da serra da Mira. Tenho de ir lá para ver se apanho os peludos que um dia esvoaçarão sobre elas.
Desjeo-te a continuação de um BOM NATAL e um NOVO ANO cheio de tudo bom para ti e que os teus bolbos e flores te continuem a animar pelo ano fora, acompanhando-te naquele que já foi nomeado o ANO INTERNACIONAL DO AMBIENTE.
BOM NATAL e bjs.

iGreen disse...

Olá Cris,
Vinha agradecer a tua msg e retribuir os votos de Boas Festas. Agora que o Natal já passou, desejo-te um 2008 pleno de saúde, alegria e sucessos.
Bjs, Paula

Sweet disse...

Olá Cris,
Vinha agradecer a sua msg e retribuir os votos de Boas Festas. Agora que o Natal já passou, desejo-lhe um 2008 com muita saúde e alegria,

Bjs

Cris Bolbosa disse...

Olá a todos

um grande Muito Obrigada e espero que tenham todos tido um Bom Natal.

Agora, preparemo-nos para entrar o novo ano com o pé direito.

Bjs
Cris

rose disse...

CRIS...DESEJO TUDO DE BOM PARA VC E SUA FAMÍLIA, QUE DEUS ABENÇOE Á TODOS...
BEIJOS E MUITA SAPEQUICE PARA VC.

Juanillo disse...

Yo tambien quiero snif snif que bien me alegro mucho de que tus semillas tiren pa'lante otro besote y feliz natal

Cris Bolbosa disse...

Rose, você é uma querida. Obrigada e tudo de bom para você e sua familia.
E às vezes um pouquinho de sapequice faz bem, não faz?

Juanillo, entonces y tus semilleros, que les ha sucedido? Se vian muy buenas y sanas las pequenas plantas. Me cuenta, vale? Con lo pouco que sey, puede que te pueda ayudar a las levar adelante.

Bjs
Cris

Jardineira aprendiz disse...

Amiga peço desculpa de não ter respondido, esqueço-me sempre de subscrever os comentários e depois não leio as respostas. Eu também não sou nenhuma expert porque não estudei botânica nem fisiologia vegetal na universidade, fi-lo por autodidatismo, por isso tenho muitas lacunas.

Se as sementes estavam fechadas não seriam as radículas e poderiam realmente ser fungos, mas não seriam necessariamente prejudiciais, aliás, provavelmente não o seriam, muitas vezes os fungos do solo são auxiliares no início do processo de germinação, suponho que para romper o tegumento exterior. Poderia ser esse o caso, porque as plantas da foto parecem-me bastante saudáveis.

Na realidade, num solo normal, os fungos do solo são muitíssimo importantes para o equilíbrio desse solo, eles têm um papel importante como decompositores, como competidores com os fungos fitopatogénicos (os que atacam as plantas), como 'colaboradores' das plantas, dos quais os exemplos mais conhecidos são as micorrizas das árvores. No entanto o papel dos fungos e a interacção com os outros micro e macro-organismos ainda é bastante desconhecida, por exemplo sabe-se que as micorrizas são fundamentais para a sobrevivência de muitas espécies de árvores (não me lembro de exemplos) mas acredita-se que muitas outras espécies beneficiam em maior ou menor grau com este tipo de associações - os fungos ajudam a planta a captar água e minerais do solo.

Um solo saudável deve ser rico em microorganismos, incluindo os fungos, não é poesia dos agricultores biológicos dizer que o solo é um organismo vivo, efectivamente quanto mais rico e equilibrado em organismos for um solo mais saudável ele é para o crescimento das plantas, e muita gente acha que indirectamente a nossa saúde também beneficia disso (por exemplo os defensores da biodinâmica acreditam bastante nisso). Só que há muitos processos que não estão sequer bem estudados, daí que muitas pessoas com formação académica nas áreas agrícolas não dê importância a estas coisas (eu dou porque fiz uma dissertação de mestrado em agricultura biológica e deu para investigar muita coisa a que normalmente não se dá ênfase) É por isso que acho muito má a dependência que se tem dos químicos, fungicidas, insecticidas ou outros cidas, porque se ignora a enorme complexidade que está na origem do equilíbrio da vida, e ao usar os químicos rompete-se esse equilíbrio e entra-se num ciclo vicioso.

Bem, esta resposta já está enorme, em relação às tuas plantas não te preocupes muito com a utilização do fungicida, normalmente os substratos (terra) de germinação que se compram também não são muito ricos em organismos, supostamente o processo de compostagem dos materiais que lhes deu origem deve ser completo, e portanto eles devem ter pouca actividade biológica, e mais importante é o solo onde a planta se vai estabelecer definitivamente.

Bem, espero não ter dado muita seca com a explicação!

Beijos e bom ano!

Cris Bolbosa disse...

Jardineira, como é bom aprender contigo. Não deste seca nenhuma, muito pelo contrário, foi uma explicação fabulosa.
Muito obrigada
Um Bom Ano

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...