" Se não houver frutos, valeu a beleza das flores;
se não houver flores, valeu a sombra das folhas;
se não houver folhas, valeu a intenção da semente"
Henfil

quarta-feira, 25 de julho de 2007

Gloxínia XL

Depois de ter estado com o bolbo a apodrecer, depois de lhe ter cortado a parte doente e colocado fungicida, depois de o ter deixado secar, depois...depois de tanto penar, decidiu viver.
E eis que me presenteou com estas flores magnificas, tamanho XL.
A fotografia não lhe faz justiça, pois a cor das flores é mais escura, parecem de veludo.
Todos os dias tem mais uma ou duas flores, que duram bastante tempo abertas.
Valeu a pena não ter deitado o bolbo fora quando o vi assim doente. Mais uma vez cheguei à conclusão de que não devemos "dar ouvidos" a tudo o que dizem os livros.

11 comentários:

João disse...

Adoro gloxíneas há de mil e uma cores. Essa e digna de por à janela para serem admiradas por todos aqueles que gostam de flores. Bjs João.

Nelio disse...

Hoooooo que alegria olhar para essa,faz-me lembrar alguns anos atráz eu comprava muitos bolbos,cheguei a ter vinte e tais gloxíneas abertas,e primorosas tudo ao mesmo tempo,pena nessa altura não tinha digital nem pc....

Paulo disse...

Cris, que lindas essas gloxínias gigantes. As folhas até parecem de couves-galegas; ou é impressão minha?
Ela sentiu que estavas a cuidar bem dela e resolveu viver para te dar felicidade.
Parabéns.

Cris Bolbosa disse...

João, não está à janela, está no balcão do churrasco, quem passa vê-a. Cada vez que vejo uma nova, compro-a logo.

Nélio, aqui é muito difícil comprar os bolbos, pelo menos os das flores dobradas. Agora estou a tentar propagá-las por estaca de folha. Uma já pegou. Vamos lá ver as outras.

Paulo, por acaso também acho isso das folhas: enormes, enrugadas. Só têm uma coisa que a couve galega não tem: pelos, lol.

Besos
Cris

Anónimo disse...

Por acaso já sabia. Bem como as violetas.Se usar um producto enraizante, resultará melhor.Há no mercado vários productos quer para enraizar como também para tornar mais eficaz o seu desenvolvimento nos transpçantes. João

miguel disse...

Ó Cris tive uma planta destas durante 7 anos e o bolbo ficou tão grande que já era do tamanho de uma mão.Infelizmente a pessoa que ficou a tomar conta dela durante as férias regou-a muito e ela morreu...fiquei tão traumatizado que nunca mais me dediquei a estas maravilhas.
Quando falas em fungicida que marca é? É que tenho um ciclame a começar a apodrecer num dos lados do bolbo e gostava de o salvar.
obrigado

Cris Bolbosa disse...

João, todas as estacas de folhas foram mergulhadas em hormonas de enraizamento. parece mesmo que funciona!
Miguel, o fungicida que eu uso é enxofre amarelo, daquele que se compra nas casas de produtos para a agricultura.
Quanto ao teu bolbo, o melhor é retirá-lo da terra, limpar a parte podre e aplicar-lhe funcicida. Deixa-lo secar uns dias, para ver se a ferida cicatriza.
Tens que tentar de novo com as Gloxinias, são plantas lindas.
Agora a minha XL está derreada de tanto calor. Ontem retirei-lhe flores murchas, eram 10. e ainda tem mais para abrir. com este calor não lhe é fácil.
Cris

Jardineira aprendiz disse...

Sabes que aqui pelos meus sítios não há melhor remédio para as plantas que deitá-las para o monte do lixo?! Já me aconteceu várias vezes deitar fora uma planta doente, quase morta e ela recuperar no lixo! Eu suponho que é porque no lixo (monte de material velho para compostar) existem organismos antagonistas tanto para os parasitas como para as doenças, e muitas vezes também melhor arejamento, quando eram plantas mantidas no interior. Daí que nem sempre o tratamento VIP seja o melhor ;)

Realmente esta gloxínia é lindíssima! Eu comprei uma vez um bolbo e ele nunca chegou a crescer, e nunca mais repeti a dose!

Cris Bolbosa disse...

Jardineira, tem toda a lógica isso que dizes do monte de composto. Mesmo quando alcança temperaturas mais altas, não sei como é que as sementes conseguem germinar.
E quanto aos bolbos, costumo dizer que nos devemos esquecer deles de vez em quando: cuidados a mais também estragam.
Cris

diego escoces disse...

as folhas deven ser as mais grossas e destacadas rente ao caule e n cortadas! em seguida plantadas en ''areia umida''e manter a umidade!
se quiser muitas flores em 1 so planta deixe brotar no maximo 2 brotos para concentrar os nutrientes!!!vvvvvaaaalllleeeeuuuu

diego escoces disse...

nao se deve plantar no lixo pois pode morrer pela fermentaçao ou por seres decompositores!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...